Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Itália defende eleições na Venezuela mas não reconhece Guaidó

Itália defende eleições na Venezuela mas não reconhece Guaidó
COMPARTILHE

Itália decidiu nesta terça-feira (12) oficialmente a favor de novas eleições na Venezuela, mas não reconheceu o opositor Juan Guaidó como presidente interino do país sul-americano.

“Nós não entendemos por que o país europeu mais próximo de nós não toma uma posição clara contra o ditador (Nicolás) Maduro”, disse Juan Guaidó em carata dirigida aos italianos que teve trechos publicados pela imprensa.

A situação na Venezuela tem causado fortes tensões dentro do governo de coalizão. O partido direitista Liga é a favor do reconhecimento de Guaidó enquanto a sigla antissistema Movimento 5 Estrelas defende uma política de não interferência.

O ministro das Relações Exteriores da Itália, Enzo Moavero, reconheceu em seu discurso que a Itália “considera que as eleições presidenciais de maio passado na Venezuela não atribuem legitimidade democrática ao vencedor, isto é, a Nicolás Maduro”, e ressaltou que até o embaixador italiano não participou da cerimônia de posse.

O chanceler Moavero também disse que o governo está empenhado em “salvaguardar a segurança e os interesses” da comunidade italiana que reside na Venezuela, onde há mais de um milhão e meio de descendentes italianos.

“A situação é complexa e incerta e há sérios riscos. Devemos evitar uma guerra civil”, alertou o chanceler, segundo a revista ISTOÉ.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários