Itália desativa maior centro para recepção de imigrantes ilegais

Português   English   Español
Itália desativa maior centro para recepção de imigrantes ilegais
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Governo da Itália iniciou nesta quinta-feira (7) a transferência dos primeiros imigrantes ilegais do centro de amparo de Mineo, na Sicília, para outras estruturas da ilha.

O movimento acontece depois que o ministro de Interior e vice-premiê, Matteo Salvini, decidiu pelo fechamento do local, o maior deste tipo na Europa.

No total, 25 homens já foram transferidos de ônibus a outro espaço da cidade siciliana de Trapani e espera-se que outros 25 sejam distribuídos hoje mesmo entre Siracusa e Ragusa, segundo a agência EFE.

No total quase 1,2 mil imigrantes ilegais estavam abrigados no centro de emparo que está sendo desativado. A maior parte deles procede de países como Gâmbia, Nigéria, Guiné, Mali e Costa do Marfim.

Este centro foi aberto em 2011 durante o governo de Silvio Berlusconi e foi a maior estrutura de amparo de imigrantes da Europa, chegando a abrigar até 4 mil ilegais.

O governo globalista anterior planejou o fechamento em 2015, quando o centro foi foco de uma investigação por suposta gestão ilegal e corrupção. Mas foi o direitista Salvini que finalizou a desativação.

O vice-premiê da Itália está aplicando uma política de contenção da imigração ilegal e já anunciou o fechamento de vários centros de amparo de migrantes no país.

SIGA A RENOVA

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

Veja também...