Português   English   Español

Itália desmantela grupo que traficava migrantes e financiava terrorismo

A polícia antiterrorismo da Itália desmantelou nesta quinta-feira (9) uma rede internacional que transportava ilegalmente migrantes ao redor da Europa e canalizava o lucro para jihadistas na Síria.

Um juiz do norte da Itália emitiu 14 mandados de prisão por acusações que incluem lavagem de dinheiro, associação com grupos terroristas e conspiração para financiar terrorismo. Um dos jihadistas procurados continua como foragido, disse a polícia.

Onze dos homens envolvidos no esquema nasceram na Síria e estavam morando na Itália, Suécia e Hungria, segundo o mandado de prisão. Três dos homens eram marroquinos.

De acordo com informações do BOL:

A polícia rastreou a lavagem de cerca de dois milhões de euros, dos quais parte havia sido enviado ao antigo grupo Frente Nusra, que rompeu laços com a Al Qaeda e adotou um novo nome em 2016, e agora encabeça uma aliança de grupos islamistas.

“O dinheiro veio em grande parte de contrabando de pessoas”, disse o principal juiz antiterrorismo da Itália, Federico Cafiero de Raho, a repórteres. Por uma taxa, o grupo transportava migrantes a partir dos Balcãs para a Itália e outros países europeus”, disse ele.

Mais de 600 mil migrantes chegaram à costa italiana ao longo de quatro anos, e muitos já partiram para outros destinos.

Deixe seu comentário

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter