Português   English   Español

Itália exige desculpas da França após declaração de Macron

A crise entre a França e a Itália com relação aos imigrantes ilegais se agravou nesta quarta-feira (13), com Roma exigindo desculpas de Paris após declarações que considerou “inadmissíveis”.

Novo capítulo desta crise, o ministro italiano das Finanças, Giovanni Tria, desistiu de se reunir nesta quarta com o francês Bruno Le Maire, que “lamentou” esta decisão e disse esperar um novo encontro “muito em breve”.

Na terça-feira (12), o presidente francês Emmanuel Macron criticou o “cinismo e irresponsabilidade do governo italiano”, que se negou a receber o “Aquarius” – o barco com 629 imigrantes ilegais a bordo.

O ministro do Interior, Matteo Salvini, também respondeu aos comentários de Macron na tarde de hoje.

De acordo com informações de BOL:

O ministro das Relações Exteriores Enzo Moavero Milanesi, que recebeu pessoalmente Raulin, ressaltou o caráter “inaceitável” das declarações em Paris.

Na terça, Giuseppe Conte reagiu, afirmando que “a Itália não pode aceitar lições hipócritas de países que preferiram virar a cabeça para as questões de imigração”.

A escalada entre os dois países acontece antes de um Conselho Europeu nos dias 28 e 29 de junho, que deve se concentrar na questão migratória.

Deixe seu comentário

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter