Português   English   Español
Português   English   Español

Itália já soma mais de 14 mil terremotos em 2019

Itália já soma mais de 14 mil terremotos em 2019
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Os terremotos são cicatrizes na paisagem da Itália. Não é difícil encontrar os sinais destes destrutivos fenômenos subterrâneos.

Desde o início de 2019, a Itália foi sacudida por 14.228 abalos sísmicos, o que significa uma média de quase dois por hora, segundo dados do Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV).   

A maioria desses terremotos foi imperceptível para as pessoas, porém 1.518 tiveram magnitude superior a 2.0 na escala Richter, e 13 superaram a barreira dos 4.0.   

“Todo o território italiano é classificado como sísmico, a partir de um risco baixo a um risco mais alto”, disse, em entrevista à agência ANSA, o doutor em engenharia sísmica Enrico Mangoni.

De acordo com o engenheiro, as regiões de maior perigo são aquelas adjacentes à Cordilheira dos Apeninos, espécie de espinha dorsal que corta a Itália de norte a sul; os arredores de Nápoles, na parte meridional do país; e Friuli Veneza Giulia, no nordeste.  

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!