Itália não será ‘campo de refugiados da Europa’, diz Salvini

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O novo ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, disse no domingo (3) que o “senso comum” é necessário para impedir que o país se torne “o campo de refugiados da Europa”.

Matteo Salvini, recém-nomeado ministro do Interior do governo de coalizão da Itália, viajou para a Sicília, um dos principais pontos de desembarque dos refugiados do país, para enfatizar a plataforma de combate à imigração ilegal que o levou ao poder.

“A Itália e a Sicília não podem ser o campo de refugiados da Europa”, disse ele a uma multidão de apoiadores sob o sol escaldante da cidade portuária de Pozzallo, um centro de migração.

Pozzallo está na linha de frente da crise migratória italiana. A cidade é um dos principais pontos de desembarque dos imigrantes ilegais oriundos do no norte da África e Oriente Médio.

Traduzida e adaptada de Breitbart

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.