Itália propõe criar centros para imigrantes na fronteira sul da Líbia

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O ministro do Interior da Itália e líder do partido direitista Liga, Matteo Salvini, propôs nesta segunda-feira (25) criar na fronteira sul da Líbia centros para os imigrantes ilegais que tentam chegar à Europa procedentes de outras partes do continente africano.

Matteo Salvini afirmou à imprensa que “propôs centros de acolhimento na fronteira do sul da Líbia para evitar que o país se transforme em um funil como acontece com a Itália”.

O ministro também considerou que “as propostas de países como a França de instalar centros na Itália e na Espanha não resolveriam o problema”.

O político direitista italiano sugeriu que seria melhor criar centros nos Estados de passagem onde se decida de antemão quem tem direito a asilo na Europa.

O ministro italiano se comprometeu a ajudar as autoridades líbias em matéria de logística e economia para “garantir” a segurança no Mediterrâneo, e também a defender a proposta ítalo-líbia no Conselho Europeu para mostrar o país norte-africano como “uma grande oportunidade e não como um problema”.

 

Com informações de Agência Brasil

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.