- PUBLICIDADE -

Itália quer usar aplicativo para monitorar pessoas vacinadas

Alemanha e Inglaterra iniciam testes para vacina contra coronavírus
Imagem: CDC/Unsplash

Obrigatoriedade deve ser reservada apenas em casos extremos, diz diretor italiano.

- PUBLICIDADE -

O governo da Itália pretende utilizar um aplicativo para fazer o monitoramento de todas as pessoas que serão vacinadas contra o novo coronavírus no país. 

O anúncio foi feito, neste domingo (22), pelo diretor-geral da Agência Italiana de Medicamentos (Aifa), Nicola Magrini

Magrini enfatizou, no entanto, que a possível vacina deve ser obrigatória apenas em “casos extremos”: 

“A obrigatoriedade é um mecanismo delicado que deve ser reservado apenas em casos extremos, como pessoal da saúde e da residência sanitária assistencial (RSA), mas deve ser utilizado com muita cautela porque é necessário estimular a confiança individual.” 

“Já existem 45 vacinas em ensaios em humanos, das quais três estão agora na fase final dos testes clínicos randomizados de grande dimensão, com várias dezenas de milhares de doentes”, acrescentou o diretor, segundo a agência ANSA

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -