Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Itália quer usar aplicativo para monitorar pessoas vacinadas

Alemanha e Inglaterra iniciam testes para vacina contra coronavírus
Imagem: CDC/Unsplash
COMPARTILHE

Obrigatoriedade deve ser reservada apenas em casos extremos, diz diretor italiano.

O governo da Itália pretende utilizar um aplicativo para fazer o monitoramento de todas as pessoas que serão vacinadas contra o novo coronavírus no país. 

O anúncio foi feito, neste domingo (22), pelo diretor-geral da Agência Italiana de Medicamentos (Aifa), Nicola Magrini

Magrini enfatizou, no entanto, que a possível vacina deve ser obrigatória apenas em “casos extremos”: 

“A obrigatoriedade é um mecanismo delicado que deve ser reservado apenas em casos extremos, como pessoal da saúde e da residência sanitária assistencial (RSA), mas deve ser utilizado com muita cautela porque é necessário estimular a confiança individual.” 

“Já existem 45 vacinas em ensaios em humanos, das quais três estão agora na fase final dos testes clínicos randomizados de grande dimensão, com várias dezenas de milhares de doentes”, acrescentou o diretor, segundo a agência ANSA

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
1 Comentário
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Wallace Emerich Garcia
Wallace Emerich Garcia
2 meses atrás

Duvido que os políticos se voluntariem e tomem a vacina publicamente antes que qualquer cidadão.

Eu faço um desafio aos defensores da vacina, que vocês tomem a vacina primeiro e publicamente, depois se vocês não tiverem nenhuma reação adversa quem sabe terão moral para defende las.

PUBLICIDADE