Português   English   Español

Itália rejeita fazer parte do pacto da ONU sobre migração

Primeiro-ministro Giuseppe Conte disse que país não participará do tratado enquanto o Parlamento não se pronunciar.

O governo da Itália afirmou na quarta-feira (28) que não assinará um pacto das Nações Unidas (ONU) sobre migração segura, o “Global Compact for Migration”.

O acordo internacional deve ser ratificado durante uma conferência em Marrakech, no Marrocos, entre 10 e 11 de dezembro.

Entretanto, o primeiro-ministro italiano Giuseppe Conte disse que não participará do evento nem se juntará ao tratado enquanto o Parlamento não se pronunciar, informou o site Metrópoles.

Conte afirmou:

O Global Migration Compact é um documento que aborda temas importantes para os cidadãos. É oportuno, portanto, parlamentarizar o debate e condicionar escolhas definitivas ao êxito de tais discussões.

O ministro do Interior e vice-premiê, Matteo Salvini, responsável pelo endurecimento das políticas migratórias da Itália, seguiu pela mesma linha. Ele reforçou:

Deve ser o plenário a discutir o assunto. O governo italiano deixará o Parlamento escolher.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter