Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Itália rejeita fazer parte do pacto da ONU sobre migração

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Itália rejeita fazer parte do pacto da ONU sobre migração
COMPARTILHE

Primeiro-ministro Giuseppe Conte disse que país não participará do tratado enquanto o Parlamento não se pronunciar.

O governo da Itália afirmou na quarta-feira (28) que não assinará um pacto das Nações Unidas (ONU) sobre migração segura, o “Global Compact for Migration”.

O acordo internacional deve ser ratificado durante uma conferência em Marrakech, no Marrocos, entre 10 e 11 de dezembro.

Entretanto, o primeiro-ministro italiano Giuseppe Conte disse que não participará do evento nem se juntará ao tratado enquanto o Parlamento não se pronunciar, informou o site Metrópoles.

Conte afirmou:

O Global Migration Compact é um documento que aborda temas importantes para os cidadãos. É oportuno, portanto, parlamentarizar o debate e condicionar escolhas definitivas ao êxito de tais discussões.

O ministro do Interior e vice-premiê, Matteo Salvini, responsável pelo endurecimento das políticas migratórias da Itália, seguiu pela mesma linha. Ele reforçou:

Deve ser o plenário a discutir o assunto. O governo italiano deixará o Parlamento escolher.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram