Itália também impõe restrições aos não vacinados

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Itália diz que certificado é necessário “para manter as atividades econômicas abertas“.

O governo da Itália exigirá que os cidadãos apresentem um passaporte sanitário para acessar lugares de lazer e cultura.

Entre os locais que passarão a exigir a comprovação da vacinação estão: restaurantes, academias, piscinas, museus, cinemas, teatros, estádios esportivos e outros locais públicos.

A medida entrará em vigor a partir de 6 de agosto. O documento foi batizado de “certificado verde”.

De acordo com o governo, aqueles que tomaram só uma dose de vacina, assim como aqueles que tiveram teste negativo nas 48 horas anteriores e os que se recuperaram da Covid-19 nos últimos 6 meses também poderão obter o documento.

O primeiro-ministro Mario Draghi disse que a expansão da exigência do certificado era necessária “para manter as atividades econômicas abertas“.

O estado de emergência no país expira em 31 de julho, mas será prorrogado até 31 de dezembro.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.