Itamaraty quer representantes de Guaidó na delegação do Brasil na ONU

Itamaraty quer representantes de Guaidó na delegação do Brasil na ONU
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O evento da ONU será realizada entre os dias 23 e 24, em Nova York, nos EUA.

O governo Jair Bolsonaro pediu o credenciamento de representantes do presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, para compor a delegação do Brasil na Assembleia Geral da ONU.

O Itamaraty pediu a inclusão dos nomes de Carlos Vecchio, embaixador de Guaidó em Washington; e de Isadora Guevara, embaixadora de oposição ao regime Nicolás Maduro em Paris.

Em nota, o Ministério das Relações Exteriores afirmou:

“O Itamaraty confirma o pedido de credenciamento de representantes do governo legítimo venezuelano. Essa medida excepcional foi tomada como forma de assegurar a devida representação na ONU, que aceita apenas nomes indicados pelo regime ditatorial de Caracas.”

Como ambos são estrangeiros, o credenciamento a pedido do Brasil faz com que seus atos e declarações durante as atividades na ONU sejam atribuídos ao governo brasileiro, inclusive para efeitos de responsabilidade internacional, informa o site Poder360.

Compartilhe...

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...