- PUBLICIDADE -

Jair Bolsonaro é impulsionado por onda anticorrupção

- PUBLICIDADE -

Pesquisas indicam que o principal combustível do candidato do PSL não é o medo da violência, mas a corrupção na política.

Apesar de tocar com frequência no tema da violência, não é entre o público preocupado com segurança, porém, que o discurso de Jair Bolsonaro tem feito mais sucesso.

Uma análise do jornal Estadão em 27 pesquisas recentes do Ibope, feitas em todos os Estados e no Distrito Federal, revela que Bolsonaro não tem taxas maiores de intenção de voto nos locais onde a preocupação com segurança é mais expressiva.

No entanto, outra associação se destaca claramente: o desempenho do candidato melhora conforme aumenta a parcela do eleitorado que cita a questão da corrupção como prioridade.

A leitura das 27 pesquisas revela que a percepção da corrupção como problema passa por um corte ideológico.

Outros candidatos do espectro da centro-direita e que se apresentam como antagonistas do PT, como Geraldo Alckmin (PSDB) e Alvaro Dias (Podemos), também colhem mais apoio nos Estados onde os eleitores se mostram mais preocupados com a punição dos corruptos – mas em menor quantidade que Bolsonaro.

Santa Catarina é um bom exemplo do descompasso entre a preocupação com a segurança e o voto em Bolsonaro. Lá, apenas 35% do eleitorado se declara preocupado com a segurança – a taxa mais baixa em todo o País, nesse quesito. Mas, entre os catarinenses, Bolsonaro ficou à frente na corrida eleitoral até no cenário em que Lula foi incluído na lista de candidatos apresentada aos entrevistados (26% a 20%).

 

Adaptado da fonte Estadão

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -