Português   English   Español

Jair Bolsonaro rebate provocação de Fernando Haddad

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, foi vetado de participar de debates e fazer campanha pela equipe médica do Hospital Albert Einstein nesta quarta-feira (10).

Bolsonaro precisou passar por duas cirurgias após ser esfaqueado por um militante de esquerda durante comício na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais, no início de setembro.

Desde então, o candidato do PSL está proibido pela junta médica que o acompanha de participar dos eventos da campanha presidencial.

Na manhã desta quarta-feira (10), de acordo com informações do G1, após ficar sabendo que Bolsonaro estava fora do debate de amanhã (11), o candidato do PT, Fernando Haddad, declarou:

Eu vou na enfermaria em que ele estiver para debater o país. Os brasileiros precisam saber a verdade sobre as coisas. Vamos tratar isso de forma adulta e não fazendo criancice na internet contando com a boa fé das pessoas que são crédulas. Muita gente acredita no que recebe no WhatsApp, mas lá você não tem o contraditório. No debate você tem.

Através do seu perfil oficial no Twitter, o vereador de filho do presidenciável, Carlos Bolsonaro, rebateu:

Carlos fez uma referências às visitas constantes de Haddad ao presidiário Lula, em Curitiba, para receber as ordens do chefe do seu partido sobre o andamento da campanha presidencial.

O candidato do PSL ao Planalto, Jair Bolsonaro, também não deixou barato a provocação do poste de Lula.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter