Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Jamais botaria em liberdade traficante do PCC, diz Bolsonaro

REDAÇÃO RENOVA Mídia

REDAÇÃO RENOVA Mídia

Marco Aurelio critica novo decreto de Bolsonaro
Imagem: STF | Isac Nóbrega/PR
COMPARTILHE

“Eu jamais botaria em liberdade um elemento como esse”, disse o presidente Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, comentou, nesta quinta-feira (15), sobre o caso do traficante André Oliveira Macedo, conhecido como “André do Rap”.

O traficante foi solto por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello

A decisão foi posteriormente revogada pelo novo presidente do STF, Luiz Fux. Ontem, o plenário do STF confirmou a decisão por 9 votos a 1.

Em sua transmissão semanal no Facebook, Bolsonaro disse que “apanhou” da imprensa pela soltura do traficante porque ela aconteceu com base em um trecho do pacote anticrime:

“O Supremo decidiu agora, por 9 a 1, que aquele mega traficante viesse a pemanecer preso. Quando saiu a decisão monocrática de um ministro, pela sua liberdade, eu apanhei. ‘Ah, foi a lei do Bolsonaro que ele sancionou em dezembro que permitiu a soltura do mesmo’. Bem, apanhei bastante. Eu sou o culpado de tudo, responsabilizado por tudo aqui no Brasil.”

Bolsonaro afirmou que a lei é uma questão de “interpretação”, mas que ele nunca soltaria um traficante:

“Então, quando ele foi posto em liberdade por uma decisão monocrática de um ministro, deram pancada em mim. E agora, nove outros ministros falaram que devia estar preso. E aí? Quem está certo e quem está errado? Os nove ou o um? Você que decide aí, porque eu não vou entrar nessa polêmica, não sou ministro do Supremo Tribunal Federal.”

O mandatário brasileiro continuou:

“Eu, por exemplo, jamais botaria em liberdade um elemento como esse, que com toda a certeza, de forma direta ou indireta, matou muitos policiais aí pelo Brasil todo, levou à desgraça muitas famílias que se perderam, entraram em desespero por ver filhos envolvidos em drogas, mortes etc.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram