- PUBLICIDADE -

Janaina Paschoal critica descriminalização do aborto no Brasil

- PUBLICIDADE -

O segundo dia da audiência pública para discussão da descriminalização do aborto no Supremo Tribunal Federal (STF) ocorreu nesta segunda-feira (6).

A professora Janaina Paschoal, que formulou o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, se destacou em sua defesa contra a descriminalização.

‘Não há mulheres presas por aborto no Brasil. Isso foi dito e pode passar a sensação que nós vivemos na Idade Média e não é isso que ocorre’, declarou.

Janaina também mostrou que sua posição em relação ao aborto não está relacionada com sua religião, declarando que “ainda que se prove que Deus não existe, aquele ser humano tem direito a nascer”.

Em seu discurso, ela também ressaltou que “se o aborto for legalizado, as mulheres serão ainda mais abandonadas”, rebatendo ao argumento de que mulheres são abandonadas grávidas e por isso deveriam ter o ‘direito de abortar’.

 

Adaptado da fonte Conexão Política
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -