Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Janaina Paschoal questiona ‘faculdades mentais’ de Jair Bolsonaro

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Janaina Paschoal questiona 'faculdades mentais' de Jair Bolsonaro

“E esse vídeo maluco de Messias? O que ele quer com isso?”, escreveu Janaina Paschoal em grupo de parlamentares do PSL.

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) saiu do grupo de WhatsApp dos parlamentares do Partido Social Liberal (PSL) na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) e está cogitando deixar a própria bancada.

Em conversas obtidas pela rádio Jovem Pan, Janaina questionou o vídeo do pastor Steve Kunda, recentemente divulgado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, na rede social Facebook.

“E esse vídeo maluco de Messias? O que ele quer com isso?”, escreveu a deputada, que ainda acrescentou em áudio:

“Eu peço que vocês assistam e respondam: ‘O senhor, um presidente da República, na plenitude de suas faculdades mentais, publicaria um vídeo desse?’”

Ao compartilhar o vídeo em questão, segundo a RENOVA, Bolsonaro escreveu que “não existe teoria da conspiração, existe uma mudança de paradigma na política” e que “quem deve ditar os rumos do país é o povo! Assim são as democracias”.

Em seguida, insatisfeita com a reação dos colegas, Janaina escreveu:

“Amigos, vocês estão sendo cegos. Estou saindo do grupo, vou ver como faço para sair da bancada. Acho que os ajudei na eleição, mas preciso pensar no país. Isso tudo é responsabilidade.”

E completou:

“Saiam da bolha. Vocês são muito parecidos com petistas. Não tem nada a ver com toma lá dá cá. O presidente precisa entender que não será ovacionado pelo povo. A história mostra que essa estratégia não dá certo.”

Questionada pela Jovem Pan, a jurista confirmou as mensagens, mas negou que esteja rompendo com Bolsonaro:

“Eu não estou abandonado o presidente de maneira nenhuma. Eu estou tentando salvar um governo no qual eu votei e trabalhei muito para eleger, mas para governar nas regras do Estado Democrático de Direito. Não consigo ver lógica em um governo convocar manifestações.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email