Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Janaina Paschoal tece duras críticas ao STF

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Janaina Paschoal tece duras críticas ao STF

“Estamos diante da situação mais grave dos últimos tempos!”, completou a jurista e deputada Janaina Paschoal.

Enquanto boa parte do Brasil segue assustado com as últimas movimentações do Supremo Tribunal Federal (STF), a jurista e deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) não poupou a Corte de críticas nas redes sociais.

“Estou muito preocupada com o rumo que o país está tomando. As pessoas estão assustadas e com razão. Só o que temos é nossa voz! Por favor não nos calem!”, escreveu Janaina ainda nesta segunda-feira (15) ao tomar conhecimento da censura lançada pelo Supremo contra a revista Crusoé e o site O Antagonista.

“A Revista foi condenada a pagar a multa, mesmo cumprindo a decisão? O que está ocorrendo nesta nação?”, indagou a deputada.

Como você viu na RENOVA, a Crusoé afirma que o ministro Alexandre de Moraes, do STF, aplicou multa de R$ 100 mil mesmo após a retirada da reportagem “O amigo do amigo do meu pai” do ar.

Já na manhã desta terça-feira (16), Janaina ficou estupefata ao ler a notícia de que Moraes ordenou operações da PF de busca e apreensão contra militares da reserva e procuradores da República.

“O STF não deveria estar investigando quem passou para a Revista a petição de Marcelo Odebrecht. O STF não deveria estar intimando jornalistas, procuradores e líderes de movimentos sociais. O STF deveria estar investigando o teor do documento e como o documento desapareceu”, declarou Janaina.

O documento desaparecido mencionado por Janaina trata-se da delação da Odebrecht, citada pela revista Crusoé em sua matéria — e corroborada por outras fontes, que simplesmente foi retirada dos autos do processo na Operação Lava Jato.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email