PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Japão conecta militares da China a ciberataques recentes

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O envolvimento do Exército de Libertação Popular da China nos ataques é altamente provável.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

A polícia de Tóquio está investigando ataques cibernéticos contra cerca de 200 empresas e órgãos federais do Japão, inclusive a Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA).

Nesta terça-feira (22), o governo japonês apontou que um grupo de hackers ligados aos militares da China pode estar por trás da onda de crimes cibernéticos.

O secretário-chefe do Gabinete, Katsunobu Kato, acredita que os ataques foram conduzidos pelo “Tick“, um grupo hacker chinês sob a direção de uma unidade do Exército de Libertação Popular.

Foto: Reprodução/AP

A televisão pública NHK apontou que dois homens chineses conectados com a invasão já deixaram o país.

Agora, a polícia japonesa está investigando as intenções e métodos dos cibercriminosos, ao mesmo tempo em que apura vários outros ataques cibernéticos que eles suspeitam estarem ligados aos militares da China.

“O envolvimento do Exército de Libertação Popular da China é altamente provável”, disse Kato. 

O secretário-chefe acrescentou que nenhum vazamento ou dano real foi encontrado até agora, mas a polícia está pedindo às empresas que fortaleçam sua proteção.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.