Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Japão confirma enforcamento de dois condenados à morte

Japão confirma enforcamento de dois condenados à morte
COMPARTILHE

Quinze criminosos foram executados este ano no Japão, o maior número desde 1993.

Dois condenados à morte foram enforcados nesta quinta-feira (27) no Japão, elevando para 15 as execuções deste ano, o maior número registrado desde 1993.

As execuções foram confirmadas pelo ministro da Justiça, Takashi Yamashita, em conferência de imprensa, conforme noticiou o jornal português “Público“.

As duas execuções somam-se às dos 13 membros da seita Verdade Suprema, responsáveis pelo ataque mortal com gás sarin em 1995 no metro de Tóquio, cuja pena de morte foi também aplicada em 2018, conforme noticiou a RENOVA.

Os condenados Keizo Kawamura, de 60 anos, e Hiroya Suemori, de 67, mataram por estrangulamento o proprietário de uma empresa de investimento e um empregado, em 1998​. As suas sentenças tinham sido confirmadas em 2004.

“Eu entendo que a pena de morte é inevitável neste tipo de crimes e eu acho que não é apropriado aboli-la”, frisou Takashi Yamashita, reiterando posições já defendidas por muitos dos seus antecessores.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários