Japão se prepara para mandar à forca membros de seita

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Mais de 20 anos após ataque com gás sarin no metrô de Tóquio, 13 integrantes de grupo religioso condenados à morte pelo atentado finalmente devem ser executados. Preparativos indicam enforcamento iminente.

O Japão lembra nesta terça-feira (20) os 23 anos de um ataque com gás sarin no metrô de Tóquio, enquanto o país se prepara para executar membros de uma seita religiosa condenados à morte pelo atentado.

Treze integrantes da seita Verdade Suprema (Aum Shinrikyo, em japonês), entre eles seu carismático guru e “cérebro” do atentado, Shoko Asahara, estão no corredor da morte de diferentes prisões do país, à espera de serem enforcados a qualquer momento, condenados à pena capital pelo ataque ao metrô e outros crimes.

O atentado ao metrô de Tóquio, considerado o pior no país desde o fim da Segunda Guerra, fez 13 mortos e deixou 6.300 pessoas com problemas de saúde devido à intoxicação, muitos deles irreversíveis.

As vítimas foram lembradas nesta terça-feira com flores depositadas em seis estações de metrô atingidas pelo ataque em pleno horário de pico, na manhã de 20 de março de 1995.

Embora a maioria dos japoneses apoie a pena de morte, a Associação de Prevenção e Reabilitação de Seitas (JSCPR) do Japão pede que 12 dos condenados tenham sua pena capital convertida em prisão perpétua, com exceção do líder e fundador da Verdade Suprema, Asahara (cujo nome real é Chizuo Matsumoto).

“Se eles fossem executados, perderíamos uma grande oportunidade para compreender melhor as seitas e as pessoas que foram manipuladas para cometer os atentados, algo que seria muito útil para evitar o terrorismo”, disse o psicólogo forense e membro da JSCPR, Kimiaki Nishida, durante entrevista coletiva.

 
Com informações de: [DW]

RENOVA Mídia precisa do seu apoio para continuar em funcionamento. Conheça nossa história e faça sua doação (boletou ou cartão) através da plataforma ApoiaSe. Clique AQUI e faça sua parte.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.