Japão planeja despejar água contaminada de Fukushima no mar

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Japão está perto do limite da capacidade de armazenamento de água em Fukushima.

O governo do Japão planeja jogar no mar a água contaminada da central nuclear de Fukushima, que foi duramente danificada durante o terremoto histórico de março de 2011.

Desde o dia da tragédia, os reatores da usina seguem em fissão nuclear, precisando de uma grande quantidade de água para o resfriamento.

Atualmente, cerca de 1,25 milhão de toneladas de água contaminada estão armazenadas em mais de 1 mil tanques perto da central nuclear danificada.

O primeiro-ministro Yoshihide Suga planeja anunciar a decisão sobre a água contaminada na próxima terça-feira (13), de acordo com a agência Jiji e a rede de televisão pública NHK.

Esta decisão encerraria sete anos de debate sobre como se desfazer da água procedente da chuva, das águas subterrâneas e das injeções necessárias para manter os núcleos frios. 

A água destinada a ser liberada nesta operação, que deve levar vários anos, foi filtrada repetidamente para eliminar a maioria de suas substâncias radioativas, mas não o trítio, que não pode ser eliminado com as técnicas atuais.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.