Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Japão pretende despejar toneladas de água radioativa no Pacífico

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Japão pretende despejar toneladas de água radioativa no Pacífico
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

Atualmente, os reservatórios em usina danificada no Japão armazenam cerca de 1,7 milhão de toneladas de água.

O governo do Japão enfrenta dificuldades para encontrar mais espaço para armazenar a água contaminada pelo acidente nuclear da usina de Fukushima

O desastre aconteceu em 2011 após o local ter sido atingido por um tsunami. 3 reatores derreteram na ocasião. 

Para manter o material nuclear resfriado, a usina danificada ainda produz 170 toneladas de água contaminada por dia.

De acordo com o governo japonês, os tanques para armazenamento de água vão lotar em 2022, e o processo de despejo duraria cerca de 10 anos.

Entre as possíveis alternativas apontadas pelo governo, a mais provável é o despejo do conteúdo no Oceano Pacífico, segundo o jornal sul-coreano Hankyoreh.  

As três possibilidades estudadas, até então, são: descartar a água no mar, evaporá-la ou liberá-la na atmosfera realizando as duas abordagens ao mesmo tempo.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram