Português  English  Español  Español
Português  English  Español  Español

Japão pretende despejar toneladas de água radioativa no Pacífico

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Japão pretende despejar toneladas de água radioativa no Pacífico
Imagem: Reprodução/Twitter

Atualmente, os reservatórios em usina danificada no Japão armazenam cerca de 1,7 milhão de toneladas de água.

O governo do Japão enfrenta dificuldades para encontrar mais espaço para armazenar a água contaminada pelo acidente nuclear da usina de Fukushima

O desastre aconteceu em 2011 após o local ter sido atingido por um tsunami. 3 reatores derreteram na ocasião. 

Para manter o material nuclear resfriado, a usina danificada ainda produz 170 toneladas de água contaminada por dia.

De acordo com o governo japonês, os tanques para armazenamento de água vão lotar em 2022, e o processo de despejo duraria cerca de 10 anos.

Entre as possíveis alternativas apontadas pelo governo, a mais provável é o despejo do conteúdo no Oceano Pacífico, segundo o jornal sul-coreano Hankyoreh.  

As três possibilidades estudadas, até então, são: descartar a água no mar, evaporá-la ou liberá-la na atmosfera realizando as duas abordagens ao mesmo tempo.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias