Português   English   Español

JBS diz ter pago R$ 70 milhões em propina a governador do MS

Wesley Batista afirmou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) que a empresa de carnes JBS pagou R$ 70 milhões em propina ao governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), do início de 2015 ao final de 2016 em troca de benefícios fiscais.

Segundo ele e seu irmão, Joesley Batista, os pagamentos foram tratados pessoalmente com o governador tucano.

Reinaldo Azambuja e outros políticos e empresários foram alvos nesta quarta-feira (12) da Operação Vostok, deflagrada pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal com autorização do ministro do STJ, Félix Fischer, relator do inquérito no tribunal.

O ministro determinou a prisão temporária, por cinco dias, de 14 pessoas, incluindo um dos filhos do governador, Rodrigo Souza. Ele também autorizou buscas e apreensões em três endereços vinculados ao governador, um dos quais o próprio gabinete de trabalho na Governadoria.

Adaptado da fonte Folha

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter