Jihadista de Cuba preso planejando ataque terrorista na Colômbia

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O Ministério Público da Colômbia confirmou nessa quarta-feira (14) que um cidadão cubano foi detido na cidade de Pereira, na região central do país, onde preparava um atentado jihadista em Bogotá contra americanos.

O acusado, identificado como Raúl Gutiérrez Sánchez, se comunicava pelo aplicativo de mensagens Telegram com grupos extremistas islâmicos e tinha entrado na Colômbia de forma ilegal com o objetivo de cometer um atentado na chamada Zona Rosa da capital colombiana, uma área de bares e restaurantes muito frequentada por estrangeiros.

Gutiérrez foi formalmente acusado hoje pelo Ministério Público pelos crimes de acordo para delinquir e terrorismo, os quais não aceitou.

Durante a audiência judicial, realizada em Bogotá, a promotoria indicou que o ataque terrorista seria realizado ontem com “explosivos em um restaurante” visitado por americanos.

A investigação determinou que o cubano se comunicava por Telegram com grupos extremistas islâmicos e seu objetivo “era matar cidadãos norte-americanos para dar força a grupos extremistas religiosos“.

Nas provas compiladas pelos investigadores, fica evidente que Raúl Gutiérrez “teve conversas frequentes com essas pessoas e relaciona temas da execução de uma ação terrorista“.

 

Com informações de: [BOL]

RENOVA Mídia precisa do seu apoio para continuar em funcionamento. Conheça nossa história e faça sua doação (boletou ou cartão) através da plataforma ApoiaSe. Clique AQUI e faça sua parte.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.