- PUBLICIDADE -

Jihadistas começam a abandonar região na fronteira com Israel

- PUBLICIDADE -

Jihadistas começaram a deixar a fronteira entre Síria e Israel, na região das Colinas de Golã, nesta sexta-feira (20), partindo na direção do norte comandado por outras facções insurgentes.

A evacuação faz parte de um acordo de rendição que restaura o controle do regime de Bashar al-Assad sobre a divisa.

Temendo uma ofensiva do Exército da Síria, com apoio da Rússia, os jihadistas na província de Quneitra concordaram em aceitar uma passagem livre para a província rebelada de Idlib, no norte do país.

Ônibus transportando extremistas e civis começaram a deixar a área no meio da tarde, disse uma testemunha.

Um serviço de notícias militar do grupo libanês Hezbollah, que luta em apoio a Damasco, disse que ônibus “transportando militantes” partiram da cidade de Al-Quneitra rumo ao norte.

Uma testemunha da Reuters situada em um local privilegiado nas Colinas de Golã viu um movimento contínuo de pessoas saindo do vilarejo de Al-Qahtaniya, perto de Quneitra. Uma fileira de motos, carros sobrecarregados e caminhões-plataforma repletos de homens, mulheres e crianças deixou o vilarejo.

 

Adaptado da fonte Reuters
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -