Português   English   Español
Português   English   Español

Jihadistas do Estado Islâmico usam mulheres como armas na Síria

Jihadistas do Estado Islâmico usam mulheres como armas na Síria
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Centenas de terroristas do Estado Islâmico (EI) estão cercados em um território de pouco mais de um quilômetro quadrado na província de Deir Ezzor, leste da Síria.

A informação foi concedida pelo porta-voz das Forças Democráticas Sírias (FDS), uma aliança curdo-árabe apoiada pelos Estados Unidos e membros da coalizão internacional.

O Estado Islâmico está recorrendo a atentados suicidas executados por mulheres para tentar conter a ofensiva contra o último reduto dos extremistas na Síria.

“Há confrontos violentos e batalhas intensas”, disse Adnan Afrin, porta-voz das FDS.

As FDS iniciaram no último sábado a ofensiva “final” contra o reduto extremista, que inclui uma parte do vilarejo de Baghuz, perto da fronteira com o Iraque.

“Há uma forte resistência. Não temos números exatos, mas podemos calcular que quase mil combatentes permanecem entrincheirados”, completou Afrin, segundo a agência AFP.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...