Português   English   Español

Jihadistas estrangeiros prometem morrer em Idlib, na Síria

Milhares de jihadistas estrangeiros presentes na província de Idlib dizem que estão dispostos a lutar até a morte para defender o seu último reduto na Síria, contra o qual as tropas do regime Assad preparam uma grande ofensiva.

Desde 2015, Idlib, localizada no nordeste da Síria, perto da fronteira com a Turquia, concentra um grupo de milícias terroristas que lutam contra o regime de Damasco.

Diante de uma ofensiva que parece iminente, “essas pessoas não têm lugar para ir e estão dispostas a morrer”, declarou à AFP Sam Heller, analista do International Crisis Group (ICG).

“Eles são um verdadeiro obstáculo para qualquer solução” negociada, estimou.

Cerca de três milhões de pessoas, metade delas deslocadas, vivem na província de Idlib e nos redutos rebeldes das regiões vizinhas de Hama, Aleppo e Latakia, segundo a ONU.

Uma ofensiva em Idlib poderia forçar 800.000 pessoas a deixar suas casas e causar “uma catástrofe humanitária”, a pior do século XXI, teme as Nações Unidas.

 

Adaptado da fonte AFP

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter