Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Jihadistas matam 41 e ferem 102 nos primeiros dias do Ramadã

COMPARTILHE

Terroristas islâmicos massacraram pelo menos 41 pessoas e feriram outras 102 nos primeiros quatro dias do mês mais sagrado para os muçulmanos, o Ramadã.

Durante esse período, parte dos muçulmanos acredita que a jihad e o martírio representam heroísmo e recompensas ​​no paraíso.

Este ano, líderes muçulmanos declararam na última quinta-feira (17) o início do seu mês sagrado. A maioria dos muçulmanos passa a cumprir a tradição de jejum do Ramadã: se abster de comer, beber, fumar, praticar sexo e outras necessidades físicas, todos os dias, iniciando antes do amanhecer, até o pôr do sol.

Até agora, neste Ramadã, o ataque mais violento aconteceu sexta-feira (18) no Afeganistão, onde o Talibã realizou um atentado na província de Kandahar, matando 16 e ferindo mais de 30.

O Talibã afegão também é responsável por outro ataque com grande número de vítimas (8 mortos e 55 feridos). Os narco-jihadistas atacaram um torneio de críquete apelidado de “Copa do Ramadã”, provocando a ira do presidente afegão, Ashraf Ghani, que pediu aos terroristas que parassem seus ataques durante o mês sagrado.

Em mensagem no Ramadã, o general norte-americano John Nicholson, principal comandante das forças dos Estados Unidos e da Otan no Afeganistão, insistiu aos talibãs que aceitassem o cessar-fogo e o reconhecimento de Ghani como líder político legítimo.

Tadamachi Yamamoto, representante especial do secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) para o Afeganistão, pediu aos talibãs que “interrompam os combates” durante o Ramadã.

Somente no primeiro dia do Ramadã, os jihadistas realizaram pelo menos seis ataques, matando 12 pessoas e ferindo 30. A última sexta feira (18) foi o dia com mais mortos até agora, com seis ataques, atribuídos principalmente ao Talibã, que resultaram em 26 mortos e feriram outros 69.

Apesar da ação devastadora que a coalizão liderada pelos EUA e forças locais têm imposto ao Estado Islâmico (EI), agora ex-califado no Iraque e na Síria, o grupo terrorista continua sendo uma ameaça.

O EI matou duas pessoas e feriu outras no Iraque, desde o início do Ramadã.

Uma bomba caseira deixada para trás, pertencente ao grupo jihadista na Síria também matou duas pessoas nos últimos quatro dias.

Fora do antigo califado do grupo, o ISIS assumiu a responsabilidade de matar três pessoas e ferir outras três em uma igreja na região russa de maioria muçulmana da Chechênia.

O Ramadã do ano passado resultou no mês sagrado mais sangrento para os muçulmanos na história recente, com 3.343 atingidos (1.639 mortes, 1.704 feridos), segundo contagem do site de notícias Breitbart News.

Todos os ataques terroristas durante o Ramadã de 2018, conforme documentado em várias fontes da web, incluem:

– 17 de maio | Farah, Afeganistão – Talibã matou 3 engenheiros estrangeiros.

– 17 de maio | Caxemira, Índia – Terroristas sequestram e cortaram a garganta de um jovem de 23 anos depois do governo indiano declarar o primeiro cessar-fogo do Ramadã em 18 anos.

– 17 de maio | Borno, Nigéria – Suspeitos jihadistas do Boko Haram detonaram bomba no campo para pessoas deslocadas pela insurgência, matando quatro pessoas e ferindo 14.

– 17 de maio | Khyber Pakhtunkhwa, o grupo terrorista Jamaat-ul-Ahrar (JuA) reivindicou autoria por um atentado suicida que matou um e feriu 14.

– 17 de maio | Sinai do Norte, Egito – os radicais sunitas bombardearam uma área, matando 1 e ferindo outro.

– 17 de maio | Uruzgan, Afeganistão – Talibã mata 2 civis.

– 18 de maio | Raqqa, Síria – Estado Islâmico (ISIS / ISIL) plantou dispositivo explosivo improvisado (IED) matando 2 civis.

– 18 de maio | Diyala, Iraque – Um suspeito terrorista do ISIS teria sido responsável por explosão de uma bomba que matou 1 civil e feriu outro.

– 18 de maio | Kirkuk, Iraque – Suspeitos terroristas do Estado Islâmico matam um membro do grupo minoritário curdo Kakayi com o IED.

– 18 de maio | Kandahar, Afeganistão – Taliban atacou postos de segurança da polícia, matando cinco policiais e ferindo outros seis.

– 18 de maio | Ghani, Afeganistão – Taliban atacou o remoto distrito de Ajristan, matando nove forças de segurança e ferindo sete.

– 18 de maio | Nangarhar, Afeganistão – Suspeitos terroristas do Estado Islâmico atacaram o torneio de críquete “Copa do Ramadã” em Jalalabad, a capital do reduto do grupo, matando oito pessoas e ferindo 55.

– 19 de maio | Chechênia, Rússia – O Estado Islâmico reivindicou autoria por ataque a uma igreja que matou 2 policiais, um devoto e também ferindo outro policial.

– 22 de maio |Kandahar, Afeganistão – Talibã mata 16 e deixa mais de 30 feridos.

 

Traduzida e adaptada de Breitbart por Daniel Lobo

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE