Português   English   Español

João Doria abraça o projeto Escola sem Partido

João Doria abraça o projeto Escola sem Partido

Governador eleito defende aprovação de proposta, bandeira de Bolsonaro; para futuro secretário de Educação, medida é ‘desnecessária’.

O projeto Escola Sem Partido foi defendido nesta terça-feira (6) pelo governador eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), durante entrevista coletiva na qual ele anunciou que o atual ministro da Educação, Rossieli Soares, será o seu secretário a partir do ano que vem.

Doria afirmou:

Escola é lugar de aprender. Não é lugar de fazer política. Escola sem partido. Essa é a minha posição.

Escola Sem Partido é uma das principais bandeiras de aliados do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL).

O projeto estabelece que as salas de aula deverão ter um cartaz especificando seis deveres do professor, como “não cooptar os alunos para nenhuma corrente política, ideológica ou partidária”.

A iniciativa também altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação para que disciplinas que tenham como parte de seu conteúdo questões de gênero ou que tratem sobre orientação sexual sejam proibidas em salas de aulas.

 

Adaptado da fonte Estadão

Deixe seu comentário

Veja também...