Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Johnson acusa Macron de usar Amazônia para interferir em acordo Mercosul-UE

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Johnson acusa Macron de usar Amazônia para interferir em acordo Mercosul-UE
COMPARTILHE

“As pessoas terão qualquer desculpa para interferir no livre comércio e frustrar os acordos comerciais, e eu não quero ver isso”, disse o premiê Johnson.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, não aprovou a iniciativa do presidente da França, Emmanuel Macron, de barrar o acordo comercial entre União Europeia e Mercosul

O líder britânico alegou que a preocupação com as queimadas na Amazônia estava sendo usada por Macron como uma ”desculpa” para interferir nas negociações de livre comércio.

Nesta segunda-feira (26), último dia da cúpula do G7, na cidade de Biarritz, Macron anunciou um acordo de pouco mais de R$ 90 milhões para uma ajuda emergencial contra as queimadas na Floresta Amazônica.

De acordo com O Globo, questionado sobre se juntaria a outros líderes na recusa de ratificar o acordo com o Mercosul, Johnson declarou:

“As pessoas terão qualquer desculpa para interferir no livre comércio e frustrar os acordos comerciais, e eu não quero ver isso.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram