Jornalista russo crítico de Putin é assassinado a tiros na Ucrânia

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

ATENÇÃO: Novas informações indicam que o assassinato do jornalista russo foi forjado pelo Serviço Secreto da Ucrânia em operação para capturar um gangue que o ameaçava de morte.

A matéria original publicada pela Renova Mídia na manhã desta quarta-feira (30) está logo abaixo.

O jornalista da Rússia, Arkady Babchenko, crítico ferrenho de Vladimir Putin, foi assassinado nesta terça-feira (29) ao ser baleado na própria residência em Kiev, capital da Ucrânia.

A polícia ucraniana já abriu um processo penal pelo assassinato do jornalista, que recebeu vários tiros e morreu enquanto era levado a um hospital.

A esposa de Babchenko, que comanda um canal de televisão, está em estado de choque e foi transferida a um centro médico.

De acordo com informações do BOL:

As equipes de investigação e das forças de segurança se encontram no local do crime, mas ainda não há informações sobre um possível motivo para o assassinato.

Segundo o jornal “Ukrayinska Pravda”, devido à falta de informação precisa os agentes não estão prontos para apresentar versões oficiais do assassinato do jornalista.

O chefe do Departamento de Polícia de Kiev, Andrei Krischenko, afirmou que “o mais provável” é que o motivo do crime pode ser a atividade profissional de Babchenko.

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Isso também pode te interessar

Deixe seu comentário

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações