Jornalista russo crítico de Putin é assassinado a tiros na Ucrânia

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

ATENÇÃO: Novas informações indicam que o assassinato do jornalista russo foi forjado pelo Serviço Secreto da Ucrânia em operação para capturar um gangue que o ameaçava de morte.

A matéria original publicada pela Renova Mídia na manhã desta quarta-feira (30) está logo abaixo.

O jornalista da Rússia, Arkady Babchenko, crítico ferrenho de Vladimir Putin, foi assassinado nesta terça-feira (29) ao ser baleado na própria residência em Kiev, capital da Ucrânia.

A polícia ucraniana já abriu um processo penal pelo assassinato do jornalista, que recebeu vários tiros e morreu enquanto era levado a um hospital.

A esposa de Babchenko, que comanda um canal de televisão, está em estado de choque e foi transferida a um centro médico.

De acordo com informações do BOL:

As equipes de investigação e das forças de segurança se encontram no local do crime, mas ainda não há informações sobre um possível motivo para o assassinato.

Segundo o jornal “Ukrayinska Pravda”, devido à falta de informação precisa os agentes não estão prontos para apresentar versões oficiais do assassinato do jornalista.

O chefe do Departamento de Polícia de Kiev, Andrei Krischenko, afirmou que “o mais provável” é que o motivo do crime pode ser a atividade profissional de Babchenko.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.