Português   English   Español

Jornalistas denunciam ataques da ditadura Ortega na Nicarágua

Jornalistas e veículos de comunicação independentes enfrentam uma escalada de ataques, prisões arbitrárias, assédio e ameaças na Nicarágua.

Organismos humanitários e sindicais denunciam a intenção a ditadura de Daniel Ortega de “restringir a liberdade de expressão”, registra a agência AFP.

A presidente do Centro Nicaraguense de Direitos Humanos (Cenidh), Vilma Núñez, declarou que “a agressão neste momento está se dando contra os meios independentes” com a intenção de “restringir a liberdade de expressão”.

Núñez tinha previsto expor nesta terça-feira (4), nos Estados Unidos, a situação da imprensa independente da Nicarágua ante o relator para a liberdade de expressão da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), Edison Lanza.

Desde que começaram os protestos antigovernamentais, em 18 de abril, a ditadura da Nicarágua visou o jornalismo independente, mas os comunicadores reportam um escalonamento nas últimas semanas dos atropelos, com ações de forças policiais que incluem assédios, ameaças e agressão física e agressão física sem enfrentar acusações.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter