Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Jovens da Venezuela estão na mira de milícias chavistas

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Jovens da Venezuela estão na mira de milícias chavistas

Moradores da cidade de Santa Elena de Uairén contaram que menores de idade foram levados por milícias leais ao ditador Maduro.

“Eles estão recrutando menores, entrando nas casas à força. Ninguém sabe direito para onde levam”, disse a professora Gisele Soledad, de 43 anos.

Gisele furou o bloqueio na fronteira do Brasil porque temia que o filho, que vive na cidade venezuelana de Santa Elena de Uairén, fosse forçado a servir nas milícias leais ao ditador Nicolás Maduro.

“Eu pensei: sabe de uma coisa, vou levar meu filho daqui”, acrescentou Gisele, segundo o jornal Metrópoles.

O próprio Exército da Venezuela tem uma milícia civil. No fim do ano passado, Maduro anunciou que os milicianos somavam 1,6 milhão de pessoas. Relatos de moradores da fronteira dão conta de que as tropas estariam sendo reforçadas por civis sem experiência.

Os militares promovem atualmente uma campanha de alistamento, que terminaria no último domingo (24), mas foi prorrogada para acabar no dia 10 de março.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email