Português   English   Español

Juiz decide que confeiteira cristã não é obrigada a fazer bolo para casal gay

Tasties_Bakery_810_500_55_s_c1

Um juiz do Estado da Califórnia negou pedido de suspensão que impediria confeiteira de vender bolos de casamentos enquanto não aceitasse produzi-los para casais homossexuais.

O juiz David Lampe negou pedido de restrição temporária contra Cathy Miller, confeiteira e dona da Tastries Bakery.

No mês de agosto, um casal de lésbicas provou vários bolos da loja de Cathy. As duas mulheres já estavam casadas há mais de seis meses, mas ficaram revoltadas quando ouviram a confeiteira dizer que não poderia fazer um bolo para elas porque violaria sua crença religiosa.

As lésbicas saíram do estabelecimento e escracharam a loja nas redes sociais, resultando em várias mensagens de ódio e ameaças de mortes contra Cathy e suas funcionárias.

Cathy tentou se explicar nas redes sociais, mas as ofensas continuaram:

Nós somos cristãos, amamos a todos. Deus criou todos. Mas há certas coisas que violam minha consciência.

Dois meses depois do evento, o casal homossexual entrou na justiça contra a confeitaria Tastries.

A decisão do juiz da Califórnia em favor de Cathy Miller é apenas temporária. O caso terá um desfecho oficial no dia 2 de fevereiro de 2018.

 

Com informações de: (1)

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe seu comentário

Veja também...