Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Juiz Marcelo Bretas critica politização do massacre em Suzano

Juiz Marcelo Bretas critica politização do massacre em Suzano
COMPARTILHE

A militância petista não esperou nem duas horas para iniciar a politização do massacre em escola de Suzano, na Grande São Paulo.

Na manhã desta quarta-feira (13), dois assassinos encapuzados invadiram a Escola Estadual Raul Brasil, de Suzano (SP), mataram várias pessoas e cometeram suicídio em seguida.

“O massacre aumentou a discussão sobre a lei de armamento proposta pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL)”, diz a matéria publicada pelo blog Catraca Livre menos de duas horas após o massacre, como você viu na RENOVA.

“Tragédias como essa resultam do incentivo à violência e à liberação do uso de armas”, disse a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, em seu perfil no Twitter. A frase da petista é uma clara alusão à agenda do presidente Jair Bolsonaro.

Do outro lado do espectro político, o senador Major Olímpio (PSL-SP) afirmou que, se os professores e funcionários da escola estivessem armados, este massacre poderia ter sido evitado.

Em mensagem publicada no Twitter, o juiz Marcelo Bretas criticou a politização da tragédia.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE