- PUBLICIDADE -

Juiz nega revogar mandado de prisão do presidente do PROS

Juiz nega revogar mandado de prisão do presidente do PROS

- PUBLICIDADE -

O juiz Heitor Moura Gomes, de Marabá, do Pará, rejeitou revogar o mandado de prisão temporária de Eurípedes Júnior, o presidente do PROS.

Eurípedes Júnior teve a prisão decretada na Operação Partialis, que apura desvio de recursos em licitações em Marabá.

Mais cedo, nesta terça-feira (23), Eurípedes se apresentou à Polícia Federal, mas não foi preso porque o Código Eleitoral proíbe a prisão de eleitores, exceto em casos em flagrante, o que não é o caso do presidente do PROS.

Ao analisar o pedido da defesa de Eurípedes Júnior para revogar o mandado de prisão, o juiz Heitor Moura Gomes avaliou que a atitude do presidente do PROS foi “voluntariedade travestida de um ‘fazer de conta'”.

O juiz também afirma que a “suposta disposição” de Eurípedes em prestar esclarecimentos à PF “não se mostrou verdadeira”.

O magistrado afirmou:

Difícil aderir à sua tese de que não estaria foragido de que apenas não foi encontrado nos endereços que habitualmente se encontraria e que estava a disposição das autoridades policiais. Tanto assim que coincidentemente se apresentou apenas porque sabedor que não poderia ser preso nesse período nos termos da legislação eleitoral.

 

Adaptado da fonte G1

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -