- PUBLICIDADE -

Juiz proíbe manifestações em Curitiba até fim do lockdown

Manifestação no Centro de Curitiba neste domingo (14) — Foto: Ricardo Muiños Garcia/RPC

Assinada no último domingo (14), a decisão é favorável ao prefeito Rafael Greca.

- PUBLICIDADE -

Manifestações em locais públicos estão proibidas em Curitiba, no Paraná, até o fim do lockdown na cidade, no dia 21 de março. 

A decisão foi tomada por Rodrigo Yabagata Endo, juiz substituto do Foro Central daquele município. 

Assinada neste domingo (14), a decisão é favorável ao prefeito Rafael Greca (DEM), que decretou um rígido pacote de medidas restritivas na capital paranaense. 

De acordo com a decisão, segundo o jornal Estadão, quem descumprir a determinação, vai pagar multa de R$ 1 mil

Ainda no despacho, o magistrado Yabagata Endo argumenta que o direito à manifestação não pode pôr em risco os demais direitos constitucionais, como o de acesso à saúde.

Ontem, manifestantes fizeram carreata a favor do governo do presidente da República, Jair Bolsonaro, em Curitiba, Guarapuava, na região central do Paraná, e Cascavel, no oeste, na tarde deste domingo (14).

Os participantes do protesto também protestaram contra o Supremo Tribunal Federal (STF). Eles cantaram o hino do nacional, levaram bandeiras do Brasil e faixas com críticas ao lockdown.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -