Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Juíza rejeita pedido do Parler para Amazon restaurar serviços

Juíza rejeita pedido do Parler para Amazon restaurar serviços
COMPARTILHE

Parler diz que a Amazon excluiu a plataforma para beneficiar o rival Twitter.

A Justiça dos Estados Unidos rejeitou, nesta quinta-feira (21), o pedido do Parler para que a Amazon restaure seus serviços de hospedagem. 

A juíza Barbara Rothstein, em Seattle, disse que o Parler falhou em demonstrar que prevaleceria no mérito de suas reivindicações. 

A magistrada também negou a afirmativa que o interesse público apoiava uma liminar exigindo a restauração do serviço da mídia social. 

Amazon Web Services (AWS) suspendeu Parler em 10 de janeiro, quatro dias após a invasão do Capitólio. 

A gigante tecnológica disse que o Parler violou seu contrato ao ignorar repetidos avisos para lidar efetivamente com o crescimento de conteúdo violento. 

Já o Parler disse que a Amazon não tem direito contratual de excluí-la e o fez por “animosidade política” para beneficiar o Twitter. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
2 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Irany Leme
Irany Leme
1 mês atrás

Juízes são iguais no mundo todo, são seres humanos arrogantes e prepotentes e se for de esquerda, são corruptos iguais os daqui.
$ao Juize$$$$ com caneta na mão.

slapropvc
slapropvc
1 mês atrás

É só juntar os Fatos, uma Juíza Esquerdista alinhada com o
Controle absoluto para conter a LIVRE EXPRESSÃO.
Democracia e Livre Expressão nos EUA já era, Isso vai longe e
poderá transformar os EUA numa Gigante Venezuela.