Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Juíza revoga permissão para contagem de votos atrasados na Pensilvânia

4 milhões já votaram nas eleições de 2020 nos EUA
COMPARTILHE

De acordo com a juíza, a principal autoridade eleitoral do Estado não tinha permissão para emitir orientação.

A juíza Mary Hannah Leavitt, da Pensilvânia, decidiu, nesta quinta-feira (12), a favor da campanha do presidente Donald Trump

A magistrada determinou que as cédulas que chegaram atrasadas não devem ser contadas na apuração da eleição presidencial dos Estados Unidos

A lei Estadual estipula que os eleitores têm até 9 de novembro para lidar com problemas relacionados à falta de prova de identificação. 

Pouco tempo antes da eleição, a secretária de Estado da Pensilvânia, Kathy Boockvar, emitiu uma orientação dizendo que a prova de identificação poderia ser fornecida até 12 de novembro. 

A decisão de Boockvar foi tomada depois que a Suprema Corte da Pensilvânia decidiu que as cédulas pelo correio poderiam ser aceitas três dias após a eleição de 3 de novembro.  

Os advogados da campanha presidencial do Partido Republicano argumentaram que a secretária não tinha poderes para alterar a data unilateralmente. 

De acordo com a juíza, Kathy Boockvar, a principal autoridade eleitoral do Estado, não tinha permissão para emitir tal orientação, informa a emissora FOX News

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
2 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Cavalo Branco
Cavalo Branco
13 dias atrás

A janela de tempo para entregar os votos fraudados no correio era muito pequena, eles precisam de mais tempo, os mortos têm o direito de expressar a sua vontade, e a sua vontade é votar em Biden… os Republicanos não vão tirar esse direito…

Paulo Vicente De Azevedo Lentz
Paulo Vicente De Azevedo Lentz
13 dias atrás

Biden in jail

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE