Português   English   Español

Julian Assange recebe cidadania do Equador

Julian Assange speaking from the balcony of the Ecuadorian Embassy

O fundador do Wikileaks, Julian Assange, recebeu cidadania do Equador, informa o jornal El Universo nesta quarta-feira (10/01).

Ele buscou refúgio na embaixada do Equador em Londres no ano de 2012, após perder todos os recursos no Reino Unido contra extradição à Suécia — onde foi acusado de crimes sexuais.

O fundador do WikiLeaks diz que caso seja enviado à Suécia, pode ser depois despachado para os Estados Unidos e ser condenado à morte por publicar milhares de documentos sigilosos.

Em maio de 2017, entretanto, a Suécia arquivou as denúncias. Ainda assim, Assange pode ser preso pelo Reino Unido caso deixe a embaixada.

As autoridades da chancelaria do Equador não quiseram se pronunciar sobre o caso, mas Julian Assange publicou uma foto com a camisa da seleção equatoriana no Twitter.

A equipe jurídica do fundador de Julian Assange pediu nesta quarta-feira ao Governo do Reino Unido que permita que o australiano fique em liberdade, ao mesmo tempo que agradeceu ao Equador por sua proposta de buscar mediação para resolver o caso.
“Se o Reino Unido quer demonstrar que é um país que respeita suas obrigações de direitos humanos e compromissos com a ONU, chegou o momento de permitir que Assange desfrute sua liberdade”, disse à Agência Efe a advogada Jennifer Robinson.
Com informações de: (1) (2)

Deixe seu comentário

Veja também...