- PUBLICIDADE -

Junta militar acusa líder deposta do Mianmar de aceitar subornos

Prêmio Nobel da Paz é alvo de novas acusações na Justiça do Mianmar

ONU segue criticando a violência do regime militar e pedindo “moderação máxima”.

- PUBLICIDADE -

A junta militar de Mianmar anunciou, nesta quinta-feira (11), novas acusações de corrupção contra a líder deposta Aung San Suu Kyi.

O anúncio foi feito enquanto militares continuam reprimindo manifestações opositoras ao golpe, ignorando as críticas da Organização das Nações Unidas (ONU). 

Os militares anunciaram também novas acusações de corrupção contra Suu Kyi, que foi derrubada em 1º de fevereiro. 

Incomunicável desde então, a líder política é acusada de ter recebido suborno de US$ 600 mil mais 11 quilos de ouro. 

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -