Junta militar de Mianmar empurra eleição para 2023

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Junta de Mianmar estende governo militar e empurra eleição para 2023.

Após aplicar um golpe no dia 1º fevereiro, o Exército derrubou a líder eleita democraticamente Aung San Suu Kyi e assumiu o controle do governo de Mianmar

Neste domingo (1º), a junta militar afirmou que o país asiático só realizará eleições “entre agora e agosto de 2023”.

Anteriormente, os militares haviam prometido o pleito em até um ano.

Em discurso para marcar os 6 meses da tomada do poder, Min Aung Hlaing, chefe da junta militar, declarou:

“Estamos trabalhando para estabelecer um sistema multipartidário democrático.”

O militar acrescentou que a junta cumprirá “as disposições do estado de emergência até agosto de 2023”.

A junta consolidou seu governo depois de reprimir os protestos que eclodiram no país nas semanas seguintes ao golpe, o que provocou a morte de quase 1 mil pessoas, de acordo com o jornal britânico The Guardian.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.