Junta militar do Mianmar segue matando manifestantes pró-democracia

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

País asiático vive uma onda de protestos contra o golpe de Estado de 1º de fevereiro.

Manifestantes que protestavam contra o golpe militar foram mortos, nesta quarta-feira (3), em várias cidades do Mianmar.

Eles foram atingidos por munição real disparada por membros das forças de segurança.

A agência de notícias France-Presse fala em seis mortes, sendo quatro em Monywa e duas em Mandalay.

Nos últimos dias, a RenovaMídia vem noticiando a elevação na intensidade da repressão policial contra manifestantes pacíficos no país asiático.

O Mianmar vive uma onda de protestos contra o golpe de estado feito pelo Exército de 1º de fevereiro. 

Com esse novo dia de repressão aos protestos, mais de trinta pessoas já morreram.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.