- PUBLICIDADE -

Junta militar do Mianmar segue matando manifestantes pró-democracia

Junta militar do Mianmar segue matando manifestantes pró-democracia

País asiático vive uma onda de protestos contra o golpe de Estado de 1º de fevereiro.

- PUBLICIDADE -

Manifestantes que protestavam contra o golpe militar foram mortos, nesta quarta-feira (3), em várias cidades do Mianmar.

Eles foram atingidos por munição real disparada por membros das forças de segurança.

A agência de notícias France-Presse fala em seis mortes, sendo quatro em Monywa e duas em Mandalay.

Nos últimos dias, a RenovaMídia vem noticiando a elevação na intensidade da repressão policial contra manifestantes pacíficos no país asiático.

O Mianmar vive uma onda de protestos contra o golpe de estado feito pelo Exército de 1º de fevereiro. 

Com esse novo dia de repressão aos protestos, mais de trinta pessoas já morreram.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -