Português   English   Español

Jurista Modesto Carvalhosa vai ao TSE e à OEA por voto impresso em 2018

A equipe do jurista Modesto Carvalhosa entrará com petição no TSE para que Gilmar Mendes implemente de modo integral nas eleições de 2018 o voto impresso aprovado pela Câmara dos Deputados.

De acordo com informações do Antagonista:

A turma de Carvalhosa também garante que entrará com ação na OEA (Organização dos Estados Americanos) para alertar sobre o eventual descumprimento das regras eleitorais vigentes.

Gilmar disse, inicialmente, que não haveria verba suficiente para a implementação do voto impresso nas eleições de 2018, alegando que custaria R$ 2,5 bilhões. Depois afirmou que haverá verba para instituí-lo em 5% das urnas.

A turma de Carvalhosa, no entanto, alega que a estimativa de Gilmar se baseia em um sistema mais caro que o necessário e que o custo para a implementação integral do voto impresso, de modo satisfatório, seria, na verdade, de R$ 250 milhões.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter