Português   English   Español
Português   English   Español

Juro do cheque especial limitado a 8% ao mês

Juro do cheque especial limitado a 8% ao mês

A decisão é do Conselho Monetário Nacional (CMN).A limitação dos juros entra em vigor em 6 de janeiro de 2020.

O governo Jair Bolsonaro decidiu, nesta quarta-feira (27), impor um limite de 8% ao mês nos juros do cheque especial cobrados pelos bancos.

Responsável pela divulgação, o Banco Central disse que a medida é para tornar o produto mais “regressivo”, ou seja, penalizar menos os pobres, já que o produto é mais utilizado por clientes de menor poder aquisitivo e educação financeira, informa o site UOL.

O diretor de Organização do Sistema Financeiro e Resolução do BC, João Manoel Pinho de Mello, disse que, com a mudança, os juros cairão praticamente pela metade, a 150% ao ano:

“O cheque especial tem características de crédito e serviço bancário e identificamos no cheque volumes altos de limites concedidos a clientes que não são usados. Dinheiro parado significa custo no sistema, e normalmente os clientes de baixa renda que arcam com esse custo.”

Além de colocar um teto para os juros do cheque especial, o governo permitiu aos bancos a cobrança de tarifa pela disponibilização de limite de cheque especial, sendo vedada a cobrança para limites de crédito de até R$ 500.

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Veja também_

TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.