Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Justiça barra decisão do DF de reabrir parte do comércio no dia 11

Distrito Federal permite reabertura de lojas de moveis e eletrodomesticos
Imagem: Renato Araújo/Agência Brasília
COMPARTILHE

Magistrada pede que o governador do DF apresente dados sobre o planejamento para a retomada das atividades.

A reabertura de serviços não essenciais durante a pandemia de coronavírus foi suspensa, nesta quarta-feira (6), pela 3ª Vara Cível do Distrito Federal

Acatando uma ação civil pública do Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho e do Ministério Público no Distrito Federal e Territórios, a juíza titular Kátia Balbino de Carvalho Ferreira ordenou a suspensão do planejamento de reabertura de parte do comércio.

A suspensão é voltada para a abertura de novas atividades, sem apresentar impacto naquelas já definidas pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) como essenciais.

A reabertura do comércio estava prevista para acontecer no dia 11. 

Como noticiou a RENOVA, Ibaneis e o presidente da República, Jair Bolsonaro, conversaram, nesta terça-feira (5), sobre a volta do comércio em meio à pandemia de coronavírus.

A magistrada pede que o governador do DF apresente dados sobre o planejamento para a retomada das atividades em uma visita amanhã ao Palácio do Buriti, sede do governo, destaca o portal UOL.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários