Português   English   Español

Justiça bloqueia R$ 27 mi do tucano Beto Richa

Justiça bloqueia R$ 27 mi do tucano Beto Richa

Justiça bloqueia R$ 27 mi de Beto Richa na Operação Quadro Negro

O juiz Eduardo Lourenço Bana, da 5.ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba, determinou o bloqueio de R$ 27 milhões do ex-governador Beto Richa (PSDB-PR) no âmbito da Operação Quadro Negro, que mira desvios de recursos de obras de escolas públicas.

A decisão do magistrado acolhe ação civil pública do Ministério Público Estadual, que aponta supostos desvios em oito aditivos do Estado com a empreiteira Valor em dezembro de 2014. Todos, segundo a promotoria, fruto de fraudes à licitação, somam R$ 4,9 milhões.

Além de Richa, outros 12 são alvo da cautelar, em valores que foram discriminados pela Promotoria, entre eles o deputado federal e ex-chefe da Casa Civil de Richa, Valdir Rossini (PSDB), e o deputado estadual Paulo Miró (DEM).

A Operação Quadro Negro, que investiga desvios na pasta, contou com a delação premiada já homologada do dono da empreiteira Valor, Eduardo Lopes de Souza, que confessou o pagamento de R$ 12 milhões à campanha de Richa ao governo do Estado em 2014 oriundos de desvios em obras nas escolas paranaenses.

Outro delator nesta investigação, é Maurício Fanini, homem de confiança do ex-governador e ex-diretor da Educação do Paraná, que confessou arrecadar propinas para as campanhas do tucano.

 

Adaptado da fonte Estadão

Deixe seu comentário

Veja também...