Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Justiça bloqueia retorno dos peritos médicos do INSS

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Governo poupa R$ 4,3 bilhões com pente-fino no INSS
COMPARTILHE

Advocacia Geral da União (AGU) pode recorrer da decisão que suspendeu o retorno dos peritos.

A Justiça Federal decidiu suspender, nesta quarta-feira (23), o retorno dos peritos médicos ao trabalho presencial em todo o Brasil

O juiz federal Márcio de França de Moreira foi o responsável por julgar a ação movida pela ANMP (Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social). 

Em sua decisão, segundo o site Poder360, o magistrado afirmou:

“Diante do risco de dano ao meio ambiente do trabalho e à saúde do trabalhador, cabe invocar o princípio da prevenção para suspender os atos administrativos que suprimiram ou relativizaram os itens básicos de proteção.”

Além da suspensão do retorno, a decisão da Justiça também proíbe o corte de ponto dos períodos que não comparecem às agências. 

O juiz ainda determinou ainda que o governo Jair Bolsonaro faças novas vistorias para liberar a reabertura com segurança em meio à pandemia de coronavírus.

Atualmente, mais da metade dos 1,5 milhão de processos na fila do INSS aguardam perícia. 

Na última sexta-feira (18), o governo federal convocou a volta dos profissionais de 150 agências vistoriadas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram