Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Justiça do Chile acusa filho da esquerdista Bachelet de fraude

COMPARTILHE

A Justiça chilena acusou de fraude o filho da ex-presidente Michelle Bachelet nessa quarta-feira (28) e o proibiu de deixar o país durante os 90 dias que durará a investigação, um dos desdobramentos do caso de fraude fiscal que envolve sua mulher.

Sebastián Dávalos foi absolvido da causa principal que envolve sua esposa Natalia Compagnon, processada por fraude fiscal em negócios imobiliários. Contudo, a Justiça deu sinal verde para investigar se participou da elaboração de relatórios técnicos encomendados a sua mulher e que teriam sido produzidos com informações da internet e vendidos por quantias milionárias.

O Tribunal de Rancagua (sul) “acolhe a denúncia do Ministério Público de O’Higgins (centro-sul) e decreta medidas cautelares de arraigo e assinatura mensal contra ela. Fixa em 90 dias o prazo de investigação”, informou o MP de O’Higgins em sua conta no Twitter.

A hipótese do MP é que o filho mais velho de Bachelet cooperava para que a fraude tivesse efeito, beneficiando os negócios de Caval, “uma empresa imaginária”, explicou o procurador Emiliano Vargas, à CNN Chile.

Mais cedo, Dávalos esteve no Tribunal com sua mulher e respondeu à imprensa de forma desafiadora:

Continuo sendo inocente e fui absolvido categoricamente (por) 5 votos a zero de todas as acusações que me fizeram”.

 

Com informações de: [IstoE]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE